Os benefícios do chá de macaé

Por Katharyne Bezerra em Plantas

Leonurus sibiricus ou macaé, nasce em qualquer região e pode até ser camuflada no meio de tantos matos. As origens estão relacionadas a Sibéria e a China, mas com o poder curativo da planta, foi disseminada por todo o mundo. Já no Brasil, apesar de não estar em todas as regiões, pode ser encontrada na maioria delas, no Rio de Janeiro e no interior de Minhas Gerais, por exemplo.

Exitem vários nomes que são utilizados para definir a planta, e todos eles estão relacionados com as funcionalidades da planta. Por essa razão, recebe nomes de joão magro, marroio, quinino dos pobres, mané magro, lavantina, mané-turé, rubim, pau-pra-tudo ou cura tudo.

Características físicas da planta

O macaé tem caules eretos e uma postura robusta, as flores renascem anualmente e possuem uma cor púrpura, já as sementes são propagadas na primavera. É encontrada em áreas onde a terra é úmida e em locais onde a incidência solar é bastante alta.

Flores do macaé renascem anualmente e possuem uma cor púrpura

Foto: Reprodução/ internet

Propriedades do Macaé

Suas propriedades já eram conhecidas pelos índios há vários anos e, por isso, eram utilizadas para auxiliar na cura de determinadas doenças que afetavam as comunidades. Entre as suas capacidades, podemos citar:

  • Eupéptico;
  • Anti-reumático;
  • Febrífugo;
  • Estomáquico.

Macaé na prevenção e cura de doenças

Por ser rico em alguns nutrientes, o macaé é usado no tratamento de problemas que afetam o estômago, intestino, pulmões, útero, ossos e músculos. Sua fama de “cura tudo” vem da sua capacidade de ser um agente potente para várias doenças.

O chá produzido com as flores da planta diminui os vômitos, atenua efeitos da má digestão e elimina toxinas. Cura diarreias, principalmente as que afetam crianças. Além de combater outros problemas estomacais e intestinais, e outras situações ligadas ao sistema digestivo, como a halitose, conhecida popularmente como mau hálito.

As flores também têm propriedades que estimulam a circulação do sangue e do útero, regulando a menstruação. É considerado um agente amigo do sexo feminino, uma vez que trata o fluxo menstrual doloroso e excessivo, e diminui o sangramento pós-parto.

Porém, os benefícios não param por aí. O macaé é efetivo contra infecções bacterianas e fungais. Cura edemas, pedras renais, eczema, e abscessos. Além de ser atuante no emagrecimento natural.

Pode ser usado para eliminar catarros com tosses ou doenças como a coqueluche. Reduz a febre e controla as dores causadas pelo reumatismo.

Preparando o Chá de Macaé

Todos os benefícios citados podem ser adquiridos com a ingestão do chá produzido com a macaé. Para prepará-lo, basta colocar duas colheres de sopa de flores ou folhas da erva, para um litro de água utilizado. Ponha a mistura no fogo e quando a água alcançar fervura desligue.

Deixe a solução tampada por 10 minutos, em seguida coe e beba. O indicado é tomar de duas a três xícaras de chá por dia, em momentos escolhidos por você. A única contraindicação é a utilização desse chá por grávidas, que não pode ser feito.