Os benefícios e as propriedades do chá hamamélis

Por Katharyne Bezerra em Cultura, Degustação, Doenças, Plantas, Saúde

Podendo chegar até 4,5 metros de altura, a planta hamamélis é conhecida pelas suas capacidades medicinais. Originada na América do Norte, foi levada para outras regiões, a exemplo da Europa, chegando primeiramente na Inglaterra.

Além do seu valor terapêutico, a planta também carrega na sua história uma participação massiva em processos ornamentalísticos, tendo em vista que a beleza de suas flores de cores vibrantes, como amarela, rosa e laranja, recebem destaque na natureza.

Neste presente artigo, você pode conferir o porquê desta planta ser usada como medicamento nos seres humanos, a forma de preparo do chá feito à base dela e quais são os devidos cuidados que são necessários ao fazer uso desta erva.

Os benefícios e as propriedades do chá hamamélis

Foto: depositphotos

Propriedades e benefícios da planta

  • Adstringente;
  • Anti-acne;
  • Anti-caspa;
  • Anti-seborreica;
  • Descongestionante;
  • Refrescante;
  • Sedativa;
  • Tônica.

Diante destas propriedades, a hamamélis é utilizada no tratamento de problemas como varizes, hemorroidas, úlceras, feridas, tumores e chagas que atingem a pele.

Também pode se mostrar eficaz nos casos de diarreias, constipação, fluxo menstrual desregulado, tosse e inflamações oculares. A planta ainda acaba com problemas circulatórios, pernas cansadas e couperose.

Receita do chá de hamamélis

Utilize duas colheres (de sopa) das folhas desta erva e um litro de água filtrada para preparar o chá de hamamélis. Coloque os ingredientes no fogo e deixe que o líquido entre em ebulição.

Após o processo de fervura, retire a panela do fogo, tampe-a e deixe neste estado por, aproximadamente, 15 minutos. Este tempo é suficiente para que a infusão fique pronta e amorne a bebida.

Sirva depois de coar, mas sem adição de açúcar, nem adoçante. Quanto mais natural a bebida, mais propriedades medicinais ela poderá resguardar e oferecer ao organismo de quem está consumindo. O ideal é tomar até três xícaras por dia, durante o tempo necessário para a cura do problema.

Contraindicações e outros cuidados

Tanto o chá como outros medicamentos feitos à base desta planta devem ser evitados por grávidas ou mulheres que estão em período de amamentação. Isso porque existem substâncias nas folhas com propriedades tóxicas para as crianças. Além disso, só é permitido o uso em pessoas com idade superior aos 12 anos.

Com relação a dosagem, esta deverá ser sempre respeitada. Isso porque, quando a hamamélis é ingerida em excesso ela pode causar problemas gastrointestinais, como vômitos e náuseas.

Distúrbios relacionados ao fígado e rins também podem ser constatados quando o paciente consome mais que o recomendado. Desta forma, antes de usufruir desta planta, busque a opinião de um especialista.