Os efeitos nocivos do chá de orégano

Por Natália Petrin em Plantas

Origanum, nome do gênero da planta orégano, deriva do grego, oros e ganos, que significa “alegria da montanha”. O nome foi dado como uma referência a planta, bonita, que cresce nas encostas das montanhas. Antigamente, romanos usavam o orégano para fazer grinaldas usadas para coroar os casais novos.

Muito usado para temperar pratos diversos, principalmente na culinária italiana, o orégano pode ser usado também para o preparo de um chá cheio de benefícios à saúde. A erva do Mediterrâneo, no entanto, apresenta também efeitos colaterais e efeitos nocivos.

Benefícios e propriedades

Apesar de não haver comprovação por meio de estudos científicos, o orégano vem sendo usado como medicamento natural, sendo, inclusive, classificado pelo Departamento da Saúde dos Estados Unidos, e outras organizações internacionais, como uma substância segura e sem riscos para a saúde.

Pode ser usado para tratar tosse, indigestão, enjoo, cólicas intestinais, de rins ou menstrual, artrite, dores de estômago e de cabeça. Além disso, é rico em vitaminas A, C e K, antioxidantes, ferro, cálcio, fibra, ômega 3, ácidos graxos e magnésio, carregando ainda propriedades fungicidas, sendo excelente para o tratamento de doenças relacionadas aos fungos. Pode ajudar a limpar o pulmão congestionado, melhorar o sistema imunológico e auxiliar no alívio dos sintomas de gripes e resfriados.

Imagem de folhas de orégano em pá de madeira

Foto: Depositphotos

Efeitos nocivos

A planta não deve ser consumida por mulheres gestantes, já que causa a menstruação e, segundo o especialista em ervas F. Binker, que publicou uma pesquisa no MotherNature.com, quando consumido em excesso, o orégano pode causar abortos em gestantes.

Segundo o site Gravidez e Filhos, a erva pode ser usada para dar sabor, somente, já que é abortiva, causando contrações uterinas quando em grandes quantidades. Os chás industrializados de orégano, contam com concentrações maiores da erva e estão absolutamente proibidos para mulheres gestantes ou que estão tentando engravidar.

O chá de orégano pode, em alguns pacientes, causar erupções cutâneas e reações alérgicas graves, porém são raros os casos. Existem poucos relatos de efeitos adversos do consumo de orégano: foi realizado um estudo com 55 pacientes portadores de dermatite de contato para testar alergia a orégano, e destes, apenas 4 pacientes deram positivo para essa erva. O consumo de orégano pode, ainda, reduzir a capacidade de absorção de ferro pelo organismo.

Atenção

Antes de consumir a planta, assim como qualquer outro medicamento natural ou industrializado, procure orientação médica. É possível que as plantas apresentem interações medicamentosas com outros remédios que esteja tomando, ou ainda que possa trazer malefícios ao seu quadro clínico. Nunca faça consumo de medicamentos naturais sem que seja feito um diagnóstico de sua doença.