Pesquisa revela que chá de camomila reduz níveis de açúcar no sangue

Por Débora Silva em Saúde

A camomila é mais conhecida devido à sua ação calmante e relaxante, sendo utilizada para controlar a ansiedade, melhorar a qualidade do sono e aliviar as dores de cabeça. O chá de camomila também é indicado para os momentos de tensão, para eliminar os inchaços na área dos olhos, prevenir doenças cardíacas e aliviar os sintomas da tensão pré-menstrual. Mas os benefícios do chá de camomila não param por aí: de acordo com um estudo, esta bebida também é capaz de reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Compostos da camomila

Entre os compostos ativos da camomila estão terpenoides, flavonoides, cumaribas e outros constituintes. Devido às suas propriedades, a camomila tem se mostrado útil para tratar feridas, queimadura solar, eczema, úlceras, neuralgia, dor ciática e reumática e outras condições de saúde.

O chá da planta ainda pode ser utilizado para tratar problemas gastrointestinais como flatulências, enjoo, indigestão, náuseas, vômito e diarreia. O chá também é utilizado como sedativo leve para tratar insônia e outras condições nervosas.

Pesquisa revela que chá de camomila reduz níveis de açúcar no sangue

Foto: Pixabay

De acordo com estudos recentes, a camomila também possui potencial para reduzir os níveis de açúcar no sangue em hiperglicemia. Acredita-se que os elevados níveis de compostos polifenólicos seriam os grandes responsáveis por esses efeitos hipoglicêmicos.

A camomila apresentou ação comprovada no controle da hiperglicemia transitória, que normalmente é vista após uma refeição. Esta pesquisa foi realizada com ratos e o efeito hipoglicêmico também foi observado em animais normais, sugerindo que o chá de camomila deve ser consumido com um agente adoçante, como o açúcar mascavo ou o mel.

Chá de camomila para diabéticos

Um estudo realizado na Tabriz University of Medical Sciences do Irã, aponta que o chá de camomila é capaz de reduzir os níveis de glicose no sangue de pessoas com diabetes tipo 2. A pesquisa foi realizada com a participação de 64 voluntários com idades entre 30 e 60 anos com diabetes tipo 2.

Os participantes foram divididos em dois grupos: um deles ingeriu apenas água, enquanto o outro, além de água, também consumiu chá de camomila. A partir disso, os pesquisadores descobriram que três xícaras (de 150 ml cada) de chá de camomila possuem a capacidade de reduzir os níveis de açúcar no organismo de diabéticos e ainda elevam as atividades antioxidantes.

Outros alimentos aliados dos indivíduos que têm diabetes são o abacate; aveia; peixes como salmão; sardinha; atum; cavalinha e outros; iogurte sem gorduras; amêndoas; leguminosas; farinhas funcionais; linhaça e chia.