Planta é capaz de tratar anemia e ansiedade

Por Michelle Nogueira em Doenças, Plantas

A raiz de ouro, de nome científico rhodiola rosea, é uma planta perene, que cresce de cinco até 35 centímetros. Também é conhecida como raiz-dourada ou raiz do Ártico, e é chamada em inglês de golden root, roseroot e aaron’s rod. É uma planta adaptógena, ou seja, possui função bimodal de ação. Quando consumida, pode ocasionar efeito estimulante ou sedativo, dependendo da necessidade do organismo.

Cresce nas regiões mais frias do mundo, como no Ártico, Sibéria, Alpes, Ásia central, Pirineus, Escandinávia, Grã-Bretanha, China, Rússia, Islândia e Irlanda. É utilizada há séculos pelas mais diversas culturas da Europa oriental e asiática. Em alguns lugares era tradição oferecer um ramo de raiz de ouro às noivas antes da noite de núpcias. O uso medicinal dessa planta foi primeiramente validado em 1960, por cientistas russos e escandinavos.

Benefícios

A raiz dourada tem ação eficaz no tratamento do estresse, aumenta a capacidade intelectual e memória, e alivia a depressão. Segundo estudo realizado por cientistas soviéticos, os ativos psicoestimulantes da raiz de ouro atenuaram em 64% os sintomas da depressão. Nas regiões frias do planeta, o chá é tradicionalmente utilizado para elevar a resistência a gripes, resfriados e estimular o sistema imunológico.

Planta é capaz de tratar anemia, ansiedade e impotência sexual

Foto: Reprodução/ internet

Seu poder afrodisíaco é bastante conhecido, também. Um estudo russo, realizado com 35 pacientes, comprovou uma melhora em 70% dos homens que sofriam de disfunção erétil. Na Sibéria é recomendada para aqueles que desejam melhorar o desempenho sexual.

Além disso, ainda possui capacidades contra:

  • Anemia;
  • Ansiedade;
  • Impotência sexual;
  • Ejaculação precoce;
  • Dores musculares;
  • Melhora a fertilidade em mulheres.

Chá de raiz de ouro

A parte utilizada dessa planta é justamente sua raiz. Pode ser consumida com chá, ou através de cápsulas vendidas em farmácias ou lojas de produtos naturais. De qualquer modo, por ser estimulante, só deve ser consumida pela manhã ou à tarde, para evitar alterações do sono.

Coloque uma colher de chá da raiz dessa planta em uma xícara de água fervente. Deixe repousar por até quatro horas. Depois, coe e beba em até duas vezes ao dia.

Contraindicações

A raiz dourada é contraindicada para pessoas que sofrem de transtorno bipolar, uma vez que as variações de humor e até alucinações pode se tornar bastante graves. Não se deve consumir essa planta no momento em que já está excitado. Grávidas e lactantes devem evitar consumir essa planta. Pessoas com problemas psicológicos ou que já fazem uso de outros estimulantes devem consultar um médico para que se faça a dosagem correta.

Efeitos colaterais

Não existem efeitos colaterais comprovados, mas como age da mesma forma que a cafeína, se consumida em excesso pode causar insônia, irritabilidade e impaciência. De qualquer forma, é aconselhável procurar um especialista antes de usar qualquer planta medicinal.