Propriedades e benefícios do chá de alho silvestre

Por Robson Merieverton em Degustação, Doenças, Plantas, Saúde

O alho é um ingrediente bastante usado na culinária e também na medicina natural devido as suas propriedades curativas.

Porém, além dele, as pessoas também podem contar com outros variantes da mesma família, a Aloeaceae, que apresentam tantas propriedades curativas quanto o alho.

É o caso do alho silvestre, também conhecido como alho bravo, lágrima-de-virgem, cebolinha-cheirosa, alho de cheiro e alho nativo. Nativo da América do Sul, o alho silvestre é considerado uma praga nos jardins, gramados, pastos e pomares.

Características do alho silvestre

propriedades-e-beneficios-do-cha-de-alho-silvestre

Foto: reprodução/wikimedia

O alho silvestre é uma planta semelhante a cebolinha, com folhas longas e finas. Suas flores são brancas e pequenas com cheiro considerado agradável. Já a raiz é identificada como uma touceira grande, onde o bolbo é envolvido numa túnica externa branca.

A planta tem fácil proliferação. Ela pode nascer também por sementes com crescimento lento.

O alho silvestre pode ser usado na culinária, como substituta do alho. Suas flores são comestíveis e também podem integrar as receitas na cozinha. Seu sabor é adocicado, muito suave, mas característico o suficiente para ser apreciado como tempero em pratos.

Propriedades medicinais do alho silvestre

O alho silvestre possui propriedades vermífugas, ou seja, podendo ser usado no combate aos vermes que se instalam no corpo humano. Esse combate é possível com o preparo da planta, ou melhor, da raiz, na forma de chá.

Para preparar a bebida, basta separar 200 ml de água e um pouco da raiz do alho silvestre. Coloque a água para ferver, juntamente com o alho. Assim que atingir o ponto de ebulição, desligue o fogo e deixe descansar por cerca de 10 minutos. Em seguida, basta coar e ingerir.

Vale lembrar que, antes de fazer uso de qualquer tratamento natural, o médico deverá ser consultado. Pois, dependendo do organismo de cada pessoa, a substância pode não ser bem aceita, desencadeando alguns problemas de saúde.