Quem pode e quem não pode tomar chá verde?

Por Débora Silva em Degustação

O chá verde é uma bebida rica em antioxidantes e que proporciona diversos benefícios à nossa saúde. Além de auxiliar no processo de emagrecimento, este chá possui ação anti-inflamatória, ativa o sistema imunológico, reduz as taxas de colesterol, acelera o metabolismo e previne diversas doenças.

No entanto, embora tenha muitas propriedades benéficas à nossa saúde, o chá verde deve ser consumido sob orientação médica, pois também possui efeitos adversos caso seja ingerido de maneira excessiva.

Benefícios do chá verde

O chá verde é rico em substâncias antioxidantes, vitaminas do complexo B e vitamina K. Devido às suas propriedades, a bebida ajuda a prevenir o envelhecimento precoce das células do corpo, acelera o metabolismo, pode proteger o cérebro de doenças como o Mal de Alzheimer, é um aliado do coração e previne contra o câncer.

No entanto, para obter os benefícios do chá verde, é preciso tomá-lo de maneira correta: o ideal é utilizar uma colher de chá rasa para cada xícara de chá, e tomá-lo após o almoço ou após o jantar.

Apesar de ser bastante saudável, tomar mais de quatro ou cinco xícaras do chá verde ao dia pode sobrecarregar o fígado e outros órgãos.

quem-pode-e-quem-nao-pode-tomar-cha-verde

Riscos do chá verde

Tomar chá verde em excesso pode provocar toxicidade hepática, gastrite, úlcera gástrica com sangramento, insônia, irritabilidade, hipertensão arterial e dores de cabeça.

De acordo com uma pesquisa da Universidade do Japão, este chá pode ser perigoso para quem faz uso de medicamentos para tratar hipertensão, pois diminui a sua eficácia. Os efeitos da bebida sobre a pressão arterial ainda não são totalmente conhecidos, mas acredita-se que, devido à presença de cafeína, o chá verde aumentaria a pressão.

O consumo descontrolado do chá verde causou mais preocupação após a comercialização de cápsulas com um concentrado do produto. Segundo estudiosos da Universidade de Campinas (Unicamp), o chá verde em cápsulas contém uma concentração bastante elevada dos princípios ativos e pode causar diarreia, vômitos, mal estar, batedeira, insônia e irritabilidade.

Especialistas afirmam que, na hora de preparar o chá, o mais indicado é optar pela própria erva em vez de saquinhos industrializados ou chá verde pronto. Para preparar a bebida, ferva uma xícara de chá de água, acrescente uma colher de chá da erva e apague o fogo, deixando abafado pelo período de 4 minutos. Para as pessoas que gostam de variar o sabor, uma dica é misturar o chá verde com sucos de frutas, como pêssego, abacaxi e manga e limão.