Receita e propriedades do chá de losna

Por Camila Albuquerque em Plantas

losna (Artemísia absinthium) é uma erva medicinal também conhecida como absinto, erva-do-fel, alenjo, erva-de-santa-margarida, sintro e erva-dos-vermes. Existem registros que apontam que a losna já é utilizada há milhares de anos, por causa das suas propriedades medicinais. Na Grécia Antiga, ela era usada como forma de homenagear a deusa Ártemis; hoje, é usada na fabricação da bebida alcoólica absinto e pode ser feito um chá que oferece vários benefícios da planta.

Receita e propriedades do chá de losna

Foto: Reprodução

Sua principal característica é o sabor amargo. Dizem que essa característica foi citada num provérbio de Salomão, que teria dito: “A infidelidade, ainda que possa ser excitante e doce no seu início, costuma ter um fim amargo como a losna”.

Propriedades e benefícios da losna

  • Auxilia no tratamento de anemias.
  • Ativa a circulação sanguínea.
  • Ameniza a azia e dispepsias.
  • Alivia as cólicas intestinais, também limpa e normaliza o funcionamento do estômago.
  • Ajuda no tratamento dos rins, bexiga e pulmões.
  • Ameniza menstruações difíceis e dolorosas, também regulariza o ciclo menstrual.
  • Também é boa para: nevralgias, mau hálito, prisão de ventre, vômitos, repele piolhos, insuficiência hepática, etc.
  • Age como estimulante de apetite e da digestão, mostrando-se útil para tratamentos de anorexia e quadros parecidos.

Receita deste chá

O chá de losna é facilmente preparado: adicione 20 gramas de folhas ou flores da planta em 1 litro de água quente, realizando a infusão (deixando descansar por 10 minutos). Tome uma xícara de chá antes de todas as refeições principais para obter seus efeitos (2 xícaras por dia).

Contraindicações e efeitos colaterais

Como todo chá estudado profundamente, o chá de losna possui contraindicações, estas são: gestantes ou mulheres em fase de amamentação não devem tomá-los, nem pessoas que apresentem quadros de gastrite, portanto, é importante sempre estar com as visitas ao médico em dia.

Quanto aos seus efeitos colaterais por altas doses, podemos citar: tremores, convulsões, tonturas e delírios. Se usado com álcool, pode ocasionar em dependência, alucinações e até danos neurológicos irreversíveis/permanentes. Evite ultrapassar 2 xícaras ao dia, já que as altas doses são perigosas e evite beber o chá com álcool.

Se for utilizar as folhas, deve-se optar por aquelas que foram retiradas aos primeiros sinais de formação dos órgãos de reprodução; já se for utilizar as flores, devem ser utilizadas as flores colhidas logo após desabrocharem. A conservação da losna também é importante, ela deve ser armazenada seca. Para garantir isso, coloque as flores estendidas em um local bem ventilado, deixando-as longe da exposição aos raios solares. Em seguida, coloque e conserve as flores em caixas de madeira.