Saiba como colocar as folhas de chá para secar corretamente

Por Nayla Georgia em Cultura, Plantas

Ter uma horta em casa é ótimo, pois podemos usar ingredientes orgânicos dos quais conhecemos a procedência para usar no preparo dos alimentos. Para chás, inclusive, ter uma horta própria ajuda na hora de preparar as bebidas da forma mais natural e nutritiva. Contudo, para o preparo correto é necessário que as ervas sejam secas devidamente de acordo com o tipo de infusão a ser preparado.

Secando ervas para chá

Escolha as ervas a serem colhidas de acordo com sua época de colhimento. Use uma tesoura ou faca adequada para cortar as ervas de modo a deixar um pedaço longo de caule nelas. Depois de colhidas, limpe bem por causa da terra, borrifando água e secando com um papel toalha delicadamente. A partir de então será possível seguir alguns métodos de secagem.

Se as ervas estiverem com os caules longos poderá usar o método de secagem natural amarrando os caules (máximo de 10) em um ramo de ervas para secar pendurado. Coloque o ramo em um local seco e quente, mas não úmido, escuro e ventilado onde possa descansar por bastante tempo sem interferência humana.

As ervas deverão ficar descansando até a secagem completa por cerca de uma ou três semanas, verificando de vez em quando para acompanhar o processo. Se na sua casa não encontrar um local escuro, coloque os ramos em sacos de papel pardo com foros de ventilação. Para conferir se estão secas, esfregue uma folha entre os dedos e caso despedacem, estão prontas para serem usadas – lembrando de retirar todos os materiais que possam ter ficado presos a ela, como teias, pedaços de lenha ou pelos.

Caso a opção de secagem natural não seja viável é possível usar o forno convencional ou micro-ondas para fazê-la, mas vale ressaltar que esses métodos não conseguem manter todos os nutrientes e óleos voláteis contidos nas folhas in natura. Para secar no forno convencional, coloque as ervas em uma assadeira revestida com papel manteiga e leve ao forno em 100 °C para secar.

Imagem de folhas secas de erva

Foto: Pixabay

Verifique constantemente até que as folhas estejam quebradiças – sinalizando que estão prontas. Caso prefira usar o micro-ondas, embrulhe as ervas em papel toalha e leve ao eletrodoméstico juntamente a um copo d’água. Experimente ir colocando de minuto a minuto em potência alta e verifique a consistência das folhas.

Camellia sinensis

Os chás propriamente ditos são frutos das folhas da erva Camellia sinensis, que a partir de diferentes oxidações dá origem ao chá branco, verde, preto e oolong. Confira como fazer a erva ficar própria para chás:

Chá branco

Escolha os brotos fechados da erva, que devem ser pálidos e com cabelinho esbranquiçado. Seque por cerca de um minuto os brotos vaporizando em um coador não reativo em uma panela com água fervendo. Mais delicado, esse tipo de chá não é fermentado e deve ser preparado cuidadosamente. Aguarde secarem os brotos para poder usar como chá.

Chá verde

O mais popular chá que vem da camellia sinensis é também simples de preparar. Escolha brotos pequenos, jovens e as folhas do topo do arbusto para o processo de secagem. Coloque as folhas e brotos para secar vaporizando num coador não reativo numa panela de água fervente por cerca de um minuto.

Quando as folhas estiverem amolecidas, precisarão ser enroladas firmemente para que sequem encaracoladas. Espalhe, então, as folhas e brotos numa assadeira e deixe que seque ao ar. Depois dessa etapa, leve ao forno a 122°C por 20 minutos até secarem completamente. Armazene em um recipiente hermético que deverá ser mantido em local escuro e seco.

Chá preto

Mais forte, o chá preto necessita que as folhas sejam danificadas antes de secarem. Para fazer isso, esfregue as folhas frescas entre os dedos para que a cor mude do verde a um marrom ou castanho-avermelhado. Depois dessa etapa, coloque-as em uma assadeira para que fermente e seque naturalmente, o que pode levar de duas a três diárias. Completando o processo, depois de secas aqueça-as no forno a 122°C por aproximadamente 20 minutos com cuidado para não queimar. O modo de armazenagem é o mesmo do chá verde.