Soluções naturais para retenção de líquidos nas pernas

Por Natália Petrin em Saúde

Muitas pessoas sofrem com a retenção de líquidos, principalmente as mulheres. Esse problema pode aparecer como a consequência do acúmulo de sal no organismo que acaba inflamando os tecidos.

Quem é que nunca chegou em casa com as pernas inchadas e um grande peso nas panturrilhas e pés, que atire a primeira pedra, não é mesmo?

A retenção de líquidos nas pernas é muito mais comum em épocas de verão, mas na maioria das vezes está associada à clássicos problemas circulatórios e vem acompanhadas, normalmente, de dores nas pernas.

O que fazer?

As pessoas não são iguais, nem tampouco têm os mesmos estilos de vida ou particularidades físicas, portanto, o primeiro passo é saber qual é o real motivo da retenção de líquidos nas pernas.

– Sobrepeso: pode ser causada por sobrepeso ou em mulheres que tem muitas celulites.

– Viagens: durante viagens em avião, trem, carro ou ônibus em que passamos muito tempo sentados podemos sofrer com a retenção de líquidos nas pernas.

– Medicamentos: alguns medicamentos têm como efeitos colaterais a retenção de líquidos.

– Varizes.

– Problemas renais.

– Problemas cardíacos ou de circulação.

– Desajustes hormonais no período menstrual.

– Passar muito tempo em pé.

– Consumo excessivo de sal.

Medicamentos naturais

Soluções naturais para retenção de líquidos nas pernas

Foto: Reprodução/ internet

Antes de fazer uso de medicamentos, mesmo que naturais, procure orientação médica. Alguns remédios caseiros podem ajudar a aliviar o problema de retenção de líquidos nas pernas. Confira:

Infusão de erva-doce

A erva doce possui propriedades diurética, carminativa, digestiva e de limpeza. Para combater a retenção de líquidos, consuma entre uma e duas vezes por dia, 15 minutos após refeições.

– 1 colher de chá de erva-doce
– Meia colher de chá de anis
– 1 xícara de água

Ferva a água e, em seguida, adicione as ervas. Tampe e deixe em infusão por 20 minutos com a água ainda fervendo. Depois disso, deixe descansar por 10 minutos e então coe e consuma ainda quente.

Cavalinha

Além de ser diurético, promove a coagulação e tem ação anti-hemorrágica.

– 2 colheres de sopa de cavalinha
– 500 ml de água

Ferva a água e adicione a erva. Desligue o fogo e tampe, deixando descansar abafado por, pelo menos, cinco minutos. Coe e consuma em seguida. A dose indicada é entre duas e três xícaras ao dia.

Alimentos que devem ser evitados

Para começo de conversa, um passo essencial: reduza a quantidade de sal ingerido. Isso porque quando o sal se acumula no corpo, acontece a inflamação dos tecidos, ou seja, a retenção dos líquidos. Além do sal, devem ser evitados também as gorduras saturadas, bebidas açucaradas, doces e farinha branca.

Quais alimentos podem ajudar

Insira em sua alimentação cebolas, salsa, aspargos, aipo, alcachofra, alface, berinjelas, melancia, pera, abacaxi, banana e melão. E o mais importante de tudo: tome muita água em pequenos goles durante o dia inteiro de forma que você ficará hidratado durante o dia todo sem acumular água.

Exercícios

Com roupas confortáveis e bons sapatos, saia para caminhadas. O exercício ajuda a melhorar a circulação sanguínea e regula outras funções do corpo, evitando, inclusive, a retenção de líquidos.